Delegado apura mensagens contra ex-assessor que denunciou Câmara de Parnamirim

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte vai investigar a origem das mensagens intimidadoras que o ex-assessor Isaac Samir diz estar recebendo por telefone e pelas redes sociais desde que começou a publicar denúncias de supostas irregularidades na Câmara Municipal de Parnamirim.

A informação foi confirmada ao Agora RN nesta quarta-feira (5) pelo delegado Luiz Gonzaga Lucena, da 1ª Delegacia de Parnamirim. O delegado afirmou que vai solicitar às operadoras de telefonia informações sobre os titulares das linhas telefônicas de onde teriam partido as ligações relatadas por Isaac Samir.

O objetivo da ação, segundo Lucena, também é apurar de onde foram publicadas “fake news” que o ex-assessor diz estarem sendo postadas nas redes sociais envolvendo seu nome. A solicitação da quebra do sigilo cadastral não depende de autorização judicial, segundo o delegado.

O trabalho de apuração da Delegacia de Parnamirim começa dias depois de Isaac Samir protocolar um boletim de ocorrência na Polícia Civil relatando fake news nas redes sociais envolvendo seu nome.

Ele diz também que recebeu ameaças de morte, mas isso não consta do boletim de ocorrência que ele apresentou às autoridades. Em entrevista esta semana ao programa “A Hora é Agora”, da Rádio Agora FM, ele compareceu com colete à prova de balas. Nesta quarta-feira, ele disse que tem mensagens nas quais um vereador supostamente teria dito que o ex-assessor estaria “com os dias contados”.

Nas últimas semanas, Isaac Samir vem denunciando supostas irregularidades na obra de reforma e ampliação da Câmara Municipal de Parnamirim. Isso teria motivado as ameaças.

Isaac diz que os serviços, que vão custar quase R$ 2,2 milhões aos cofres públicos e foram autorizados pelo presidente da Casa, vereador Irani Guedes (Republicanos), começaram sem licenciamento ambiental e sem alvará da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo. O ex-assessor questiona a necessidade da obra e os valores.

Clique aqui e leia mais sobre o assunto.

O ex-assessor afirmou que, após iniciar as denúncias, começou a ser perseguido e que, por causa disso, perdeu o cargo de confiança que ocupava na Prefeitura de Parnamirim. No último sábado (1º), foi publicada no Diário Oficial do Município uma portaria assinada pelo prefeito Rosano Taveira que exonera Isaac Samir do cargo de assessor técnico da Secretaria de Planejamento, Finanças, Desenvolvimento Econômico e Turismo (Seplaf).

Segundo o ex-assessor, a demissão aconteceu após pelo menos 14 vereadores pressionarem o prefeito a fazê-lo.

A Prefeitura de Parnamirim e a Câmara Municipal de Parnamirim foram procuradas pela reportagem, mas ainda não se manifestaram.

Fonte: Agora RN

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close