Vereadores ligado ao prefeito de São José do Campestre estão brincando de cassar vereadores da oposição

O sistema liderado pelo prefeito Neném Borges (MDB) está tentando calar a oposição na marra. Primeiro fechou a Rádio Matutão FM, que em alguns programas critica pontos da sua gestão. A alegação era falta de alvará. Pagaram, mas não foi ainda liberada.

Depois que o vereador Pretinho Papagaio (PCdoB) denunciou a irmã do prefeito Joseilma Borges, por salário de professora ser R$ 3 mil e ela recebeu em fevereiro deste ano, R$ 7,653,68 mesmo sem está em sala de aula. O vereador foi afastado da Câmara Municipal, por 120 dias, em uma ação comandada pelo presidente da Casa, Edu de Xico Lico (PHS). Assumiu o suplente Sérgio da Rua Paraíba (PEN), que aumentou a base do prefeito para dois terços. Agora já se comenta na cidade que o vereador Dedé Mendonça (PSB) será a bola da vez para perder o mandato. O Ministério Público e a Justiça da Comarca de São José do Campestre serão acionados.

Fonte: Blog do Robson Pires

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close